cinema

1955. RIO 40 GRAUS

Direção: Nelson Pereira dos Santos
Direção musical e arranjos: Radamés Gnatalli.
Música-tema: A voz do Morro (Zé Kéti)

1956. FUZILEIRO DO AMOR

Direção Eurides Ramos
Direção musical: Radamés Gnattali
Com Mazzaropi e Thereza Amayo

1956. O BOCA DE OURO

Direção: Eurides Ramos
Produção: Cinelândia Filmes
Direção musical: Radamés Gnattali
Estrelando Fada Santoro, Catalano, Heloisa Helena e grande elenco.

1956. O FEIJÃO É NOSSO

Direção: Victor Lima
Produção: Alípio Ramos / Cinelândia Filmes
Música: Radamés Gnattali

1956. QUEM SABE…SABE!

Direção e roteiro: Luiz de Barros
Produção: Alípio Ramos / Cinedistri
Direção musical: Radamés Gnattali
Apresentando: Dolres Duran, Carminha Mascarenhas, Trigêmios Vocalistas.

1957. CHICO FUMAÇA

Direção : Victor Lima
Direção musical Radamés Gnattali
Com Mazzaropi, Nancy Montez, Carlos Tovar, Wilson Grey.

1957. NA CORDA BAMBA

Direção: Eurides Ramos
Orquestrações e regência: Radamés Gnattali
Estrelando Arrelia, Zé Trindade, Ema D’Avila e grande elenco.
Participação de Elizeth Cardoso e Monsueto Menezes.

1957. O BARBEIRO QUE SE VIRA

Direção: Eurides Ramos
Direção musical e trilha original: Radamés Gnattali
Com o palhaço Arrelia e Eliana
Participação da banda “Lira do Xopotó”.

1957. O NOIVO DA GIRAFA

DIreção: Victor Lima
Direção musical: Radamés Gnattali
Estrelando, Amácio Mazaropi, Glauce Rocha e grande elenco

1957. RIO, ZONA NORTE

Direção e produção: Nelson Pereira dos Santos.
Direção musical: Alexandre Gnattali, Radamés Gnattali.

1958. CALA A BOCA ETELVINA

Direção: Eurides Ramos
Orquestra de Radamés Gnattali
Com Dercy Gonçalves

1958. O CAMELÔ DA RUA LARGA

Direção: Eurides Ramos
Produção: Oswaldo Massaini / Cinedistri
Arranjos musicais e regência: Radamés Gnattali

1958. QUEM ROUBOU O MEU SAMBA?

Direção: José Carlos Burle
Direção musical de Hélio Barrozo Netto
Música de fundo: Radamés Gnattali

1959. DONA XÊPA

Direção: Darcy Evangelista
Estória baseada na peça “Dona Xêpa” de Pedro Bloch
Arranjos e regência: Radamés Gnattali e Alexandre Gnattali

1960. A VIÚVA VALENTINA

Direção: Eurides Ramos
Produção: Oswaldo Massaini
Arranjos e regência: Radamés Gnattali