1984

  • O primeiro concerto do VII Panorama da Música Brasileira Atual apresenta, na Sala Leopoldo Miguez, da Escola de Música da UFRJ, o duo Radamés Gnattali (piano) e Raphael Rabello (violão) interpretando, de Radamés, entre outras peças, o Concertino nº 2 para violão e piano (1951) e Noturnos para quarteto de cordas e piano (1958), com a participação do Quarteto de Cordas da UFRJ, tendo ao piano o autor.

 

profissional_
Raphael Rabello e Radamés Gnattali.

 

  • Os violonistas Sérgio e Odair Assad gravam e lançam, na França,  pela GHA (coleção Guitare d’hier et d’aujourd’hui”), o Lp Gnattali, Piazzolla, Rodrigo, incluindo as seguintes obras de Radamés: Valsa e Corta-jaca (dois movimentos da suíte Retratos, do original para bandolim, conjunto de choro e orquestra de cordas, de 1956/57) e Brasiliana nº 8, (do original para dois pianos, de 1956). Lançado em LP no Brasil pelo selo Com Anima, SP, 1988.

 

  • Radamés participa do lançamento do Primeiro Pavilhão Nacional do Samba, no Rio de Janeiro, entre os dias 29/11 e 02/12. Entre os participantes, Beth Carvalho, Paulino da Viola, Tom Jobim, Dona Ivone Lara, Alcione, João Nogueira, Roberto Ribeiro, Francis Hime e o maestro Nelsinho, regendo uma  orquestra de 35 figuras.

 

 

 

  • Radamés compõe:
    • Trio nº 3 para piano, violino e violoncelo

 

 

 

  • Realiza-se, em São Paulo (SP), comício do movimento Diretas já, reunindo milhares de pessoas que reivindicam a volta de eleições diretas para presidente da República.