1969

  • Estreia mundial do concerto Carioca n 2 para piano, bateria, contrabaixo e orquestra, de Radamés Gnattali, dentro da programação do Iº Festival de Música da Guanabara, realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com a participação da Orquestra do Teatro sob a regência de Mario Tavares. Solistas: piano , o autor; bateria, Edgard Nunes Rocca (Bituca); contrabaixo, Pedro Vidal Ramos.

 

  • A Rádio Ministério da Educação e Cultura lança o elepê Orquestra Sinfônica Nacional da Rádio MEC, apresentando dois concertos para piano e orquestra de Radamés Gnattali: Concerto Romântico (1949) e Brasiliana nº 6 – concerto (1954), com a direção do maestro Alceu Bocchino. Ambas com o autor ao piano.

 

 

elepê Orquestra Sinfônica Nacional da Rádio MEC

 

 

 

Concerto Romântico
I – Allegro
(trecho)

 

 

 

  • Radamés compõe:
    • Concerto nº 3 para violino e grande orquestra – dedicado a Oscar Borgerth
    • Sinfonia popular nº 3 – dedicada à Nelly Gnattali (finalizada em janeiro de 1970)
    • Sonata para viola e piano
    • Sonata para violoncelo e violão

 

 

 

 

  • Morre, no Rio de Janeiro (RJ), o bandolinista e compositor Jacob do Bandolim (Jacob Pick Bittencourt) [1].

 

 

  • Surge, no Rio de Janeiro, O Pasquim, jornal semanal de humor e crítica política [2].

 

  • O governo baixa o Decreto-Lei 477, proibindo professores, estudantes e funcionários de realizarem qualquer manifestação pública.

 

  • O ex-deputado e militante da ALN, Carlos Marighela, é morto em São Paulo.

 

  • A rainha Elizabeth, da Inglaterra, visita o Brasil, em viagem oficial.

 

  • Os Estados Unidos são o primeiro país a fincar bandeira na lua.

 

 

_________