1910

  • Morre, em Porto Alegre, RS, aos 59 anos, Maria Weingärtner Fossati (1851-1910), avó materna de Radamés. Filha de imigrantes alemães, Maria era prima do pintor, desenhista e gravurista Pedro Weingärtner[1].

 

  • Radamés inicia seus estudos de piano aos 4 anos com sua mãe, Adélia, segundo depoimento do próprio maestro concedido ao Museu da Imagem e do Som (RJ), em 1985.

 

 

Foto restaurada por Jussara Gomes Gruber, 2008. (Coleção Aída Gnattali)

Carlo Fossati e Maria Weingärtner Fossati, avós maternos de Radamés, com os filhos, em 1902. Em pé, da esquerda para a direita, Adélia (mãe de Radamés), Camillo, Cesar, Emília, Vittorio, Arthur, Pascoal e Frederica. Sentados, Paulina, Maria (mãe), Nina (Ítala), Carlito (Carlo, filho), Carlo (pai) e Virgílio. Todos estudaram música. As mulheres, piano; os homens, piano e violino ou violoncelo. Vittorio, além de piano, tocava flauta muito bem.

 

 

  • O compositor Ernesto Nazareth (1863-1934) lança o tango Odeon.

 

  • Acontece, em 23 de novembro, a Revolta da Chibata [2], no Rio de Janeiro.

____________

  • [1] Pedro Weingärtner (Porto Alegre RS 1853 – idem 1929). Pintor, gravador, litógrafo, desenhista e professor.  Leia mais
  • [2] Revolta de marinheiros, no Rio de Janeiro, liderada por João Cândido Felisberto (1880-1969), o “Almirante negro”. Amotinados em dois navios de guerra, marinheiros rebelam-se contra os castigos que lhes são impingidos e ameaçam bombardear a Guanabara. Leia mais.