“(…) Eu queria sempre que o maestro Radamés regesse para mim. Eu queria me esconder atrás do piano. Durante a minha vida toda eu tô me escondendo. Isso foi na Rádio Nacional, eu morri de medo, pois aqueles músicos são uma raça desgraçada. Aquele pessoal do ‘sindicado’ que fica olhando pro relógio, faz queixa: ‘acabou o ensaio!’ Então o Radamés me ajudou a enfrentar essas coisas da vida, essas feras”.

Tom Jobim (1927-1994) (compositor, letrista, arranjador, pianista)

Comentários feitos por Tom durante o depoimento de Radamés ao Museu da Imagem e do Som, Rio de Janeiro, em 1985.