“Há que falar também de um compositor novo, mal conhecido dos paulistas, o gaúcho Radamés Gnattali. Tem uma habilidade extraordinária para manejar o conjunto orquestral, que faz soar com riqueza e estranho brilho. É certo que “jazzifica” um pouco demais para o meu gosto defensivamente nacional, mas apesar de sua mocidade, já domina a orquestra como raros entre nós. É a nossa maior promessa do momento”.

 

Mario de Andrade (1893-1945) (escritor, poeta, compositor, musicólogo, crítico de arte)

Trecho da coluna "Música nacional" assinada por Mario de Andrade, em O Estado de São Paulo, de 12 de fevereiro de 1939.