“Como classificar um músico capaz de escrever, com autenticidade, alentadas obras sinfônicas, concertos para violino, piano, violoncelo, acordeão, harmônica de boca e tantos outros instrumentos; valsas e chorinhos populares brasileiros e, depois, sentar-se ao piano executar com precisão o que escreveu e, ainda, obras de outros autores? Se ‘o estilo é o homem’ , conforme Buffon, e, na verdade, o é, devemos consagrar, batizando com o nome Estilo Radamés Gnattali, todos os que forem, capazes de tais façanhas!”

Alceo Bocchino (1918-2013) (maestro, pianista, compositor, professor, arranjador. Fundador da Orquestra Sinfônica Nacional. Criador, em 1985, da Orquestra Sinfônica do Paraná. )

Trecho de texto publicado no encarte do CD Três concertos e uma Brasiliana, de Radamés Gnattali, lançado pela Rádio MEC/SOARMEC, em 1997.

Deixe uma resposta